segunda-feira, 17 de maio de 2010

um rascunho da mulher esperada



é preciso ser abraço, mas também nuca.

ao mesmo passo que o macho gosta de prover segurança, ele também aprecia sua falta. as pessoas vivem atrás dos desejos, mas quando estes ultrapassam os desejados, surge o desprezo. quando não há mais proximidade a se alcançar, perde a graça. somos preguiçosos e por isso a dificuldade de aceitar que o momento-hoje é mais importante que o para-sempre. a preguiça gera a vontade de concentrar todas as fontes de prazer em um único ser, além da necessidade de se igualar à ele e, consequentemente, ignorar o imenso valor que a diversidade representa em num relacionamento qualquer. como numa obrigação diária, procuramos aqueles que nos doam abraços sempre que surgem as vontades, na mesma importância míope que um remédio te cura quando doente.

por arthur ricardo

a união das qualidades que aprecio numa companhia feminina não devem, jamais, caber simultaneamente em uma única mulher. seria um tédio lidar com o estável diariamente. sem a natural dificuldade de se conseguir os benefícios criados por elas, eu perderia um dos meus maiores prazeres: a elaboração de uma estratégia barata de aproximação. falta-me habilidade para torná-la menos previsível e mais interessante, mas um dia eu chego lá.



a dificuldade precisa existir, mas não me refiro às "primeiras vezes", como o beijo ou sexo na primeira noite, que apenas suprem a necessidade dos homens de se afirmarem ainda mais homens. falo do cotidiano, do chegar em casa e não encontrá-la à sua espera, do ligar nas sextas à noite e ela não atender, do compromisso descompromissado, da exaltação à sua independência de mulher moderna e, no centro de tudo, do saber que você não é responsável por participar de todos os momentos que arranquem sorrisos dela.

o pouco e intenso

quando se entende que a mulher é uma espécie de fusão que estimula perigosamente e facilmente os vários sentidos do homem, percebe-se que ela não pode ser o tudo-ao-mesmo-tempo. seria nocivo demais, divertido de menos.

9 comentários:

me disse...

bunito muito bunito,até me lembrei de um causo minha filha voce é muito bonita bê u cÊ é tê a

Stela disse...

Que lindo seu texto escreve mto bem!
Concordo com você, a mesmice e o esperado nunca é interessante!

Anônimo disse...

nam!! isso é uma cabeça de pau

la increible aventura disse...

só gente de alto nível aqui: elegante, bonita e sincera.

Anônimo disse...

espero que não tenha se irritado com o meu coment acima... é que vc é tão fofinho... mas desse jeito acaba assustando as mulheres de bem! =o)
seu blog é o terrorrrr!

la increible aventura disse...

ah, havia esquecido que eu tinha esse objetivo na vida: encontrar mulheres de bem. uma coisa que me chateia é pagar 1 dose simples com valor de dupla. o resto engole-se.

Anônimo disse...

Leo,

Continue postando, eu adoro!

:)

Anônimo disse...

continua postando sim, eh claro...
tlvz vc ñ saiba, mas és o Chico Buarque de Holanda da atualidade... És capaz de conquistar todas as mulheres, até as de bem, com um tiro só... continue a atirar,eh claro!
bjs lindinho, vou ficando por aqui...
desclpe o tumulto, mas se eu passar pela rua te agarro, não resistirei

la increible aventura disse...

santa paciência...