terça-feira, 16 de março de 2010

o bar, mulheres gostosas e afrodisíacos



sempre tive uma teoria, que a cada dia se comprova mais: os bons bares são os verdadeiros cabarés disfarçados. para mim, todos aqueles que estão ali vão com o intuito único e exclusivo de fazer sexo (no seu sentido mais amplo). sim, mesmo os mais "reservados". a diferença é que esses apenas não sabem - ainda - ou apenas renegam o fato, cuspindo argumentos falhos como o famoso "vim aqui só para me divertir". os bons bares são ambientes que incentivam os excessos, os sentidos e que podem ser representados pela somatória básica a seguir: música alta + álcool + saias curtas + maquiagens borradas + filas intermináveis nas portas dos banheiros + pessoas em pé trocando peles.

e nesse ambiente, vale de tudo para se obter a atenção do sexo oposto. vale esbarrar "sem querer", fazer a dança mais chamativa, oferecer uma bebida. mas, é a felicidade que se expoê naquela noite que pesa mais. ela vem das boas gargalhadas entre os amigos numa mesa, enquanto as mais desejadas passam ao redor e se perguntam "qual o motivo de tanta felicidade, se a mulher mais gostosa desse ambiente sou eu?". faz sentido, visto que a felicidade de muitos homens se concentra exatamente em observar mulheres gostosas - para uns, é a única que existe. para mim, às vezes também é.

mas, para alguns poucos, não é suficiente. e não é suficiente, pois um bom bar pode oferecer muito mais. há a conversa com o garçom-irmão-mais-velho, que te pergunta "tirou a barba?", com cara de desânimo. há a banda ruim, que você nem liga mais de tanto ouvir, pois nem sabe mais o significado dessa palavra. e há o grande momento de indiferença para o macho-fracassado, que ignora a bela mulher que desfila à frente de seus olhos, somente pelo fato dela querer a sua atenção. não sabe ele, que nesse ato pobre de esnobar, pertencente aos que não tem mais nada à oferecer, deixa para ela o melhor afrodisíaco da noite.

3 comentários:

motta disse...

- quem é que nunca recebeu um bilhetinho das mãos de um garçon?

ou

- se pegar no sono me deite no chão.

la increible aventura disse...

dormir no bar é símbolo de amor e confiança ao lugar.

lalafernandes disse...

Acho que a falta de sexo (ou o excesso dele) está mechendo com a tua cabecinha (com ou sem duplo sentido).

Vamos falar sobre poesia, filmes, family guy e barbas, que é melhor...

=)